TRATAMENTOS DA OSTEOPATIA NA INFÂNCIA


Instituto Pro Therapie | Osteopatia
Instituto Pro Therapie | Osteopatia

Tratamentos da Osteopatia na Infância (recém nascidos, bebês e crianças)

CRIANÇA CHORANDO, IRRITADA, VOMITA BASTANTE, NÃO DORME DIREITO, O QUE FAZER? Existe, além de uma preocupação, uma dificuldade em identificar estes sintomas em recém nascidos e bebês já que não podem se comunicar e explicar de forma clara o que estão sentindo. Contudo com o avanço da medicina, muitos sintomas estão sendo mapeados, e hoje já é possível entender melhor o que eles significam para poder tratar suas causas.

A Osteopatia chegou com uma abordagem muito particular que aborda a questão Funcional das diversas estruturas do corpo, e por isso consegue identificar e tratar sintomas que antes eram para muitos profissionais, uma incógnita ou sinônimo de medicamentos e cirurgia.

A abordagem é específica e visa trabalhar a mobilidade do corpo do bebê. Onde existir dificuldade de movimento, pode haver uma disfunção (alteração da função de um órgão) e com isso, problemas.

O bebê cresce no útero pouco elástico e pode por isso apresentar perda de mobilidade articular, como postura em vírgula, dificuldade de rotação do pescoço para um dos lados, crânio assimétrico, etc.

Partos difíceis e longos, uso de fórceps ou ventosa, parto cesárea, uso de ocitocina, pressão exercidas sobre o abdome da mãe no parto etc, são fatores que podem gerar fortes pressões sobre o corpo e cabeça do bebê. Essas forças podem gerar tensões que geram sintomas como: atraso no desenvolvimento motor, refluxo, vômitos, constipação, choro constante, irritabilidade, obstrução do canal lacrimal, otites frequentes, assimetrias no crânio etc.

Embora a capacidade de adaptação dos bebês seja muito grande, assim como sua mobilidade, essas forças podem gerar problemas, e precisam ser tratadas.

A Osteopatia tem indicações em diversos casos, como por exemplo: 

  • Torcicolo congênito;

  • Escoliose congênita;

  • Plagiocefalia (que são assimetrias da cabeça do bebê por algum contato com alguma arte óssea da mãe, ainda na vida intrauterina, em que podem ocorrer achatamentos e abaulamentos do crânio do bebê);

  • Cólicas e disfunções do sistema gastrointestinal;

  • Insônia ou sono agitado;

  • Irritabilidade;

  • Refluxo / vômitos frequentes;

  • Hérnia de hiato.

FONTE: http://goo.gl/WDAswG

12 visualizações

Posts recentes

Ver tudo

GASTRITE